Adeus, Edward Soja

Soube agora do falecimento de Edward Soja (1940-2015), uma das minhas leituras prediletas nos últimos meses (“Geografias Pós-modernas”). Alimentava a ideia de assistir a uma palestra dele nos próximos anos, mas agora resta ficar na companhia dos seus livros. A leitura de Lefebvre e Foucault acabou me levando à ideia de terceiro espaço de Soja, que leva em consideração o conceito de heterotopia e a concepção triádica do espaço social, com atravessamentos feministas e pós-coloniais.

Professor emérito de Planejamento Urbano na Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA), ele realizou estudos desde a geografia da modernização no Quênia até a reestruturação urbana de Los Angeles. Nessa trajetória, desenvolveu a noção de pós-metrópole, apresentada em 2000 em Postmetropolis: Critical Studies of Cities and Regions. Um artigo em que aborda algumas ideias gerais do livro – e vai adiante – foi traduzido recentemente para o português, pela Revista UFMG. Uma boa oportunidade de leitura a quem deseja ingressar no pensamento sobre a virada espacial.

…e a virada não-humana?

Aproveitando o dia de Santa Cecília, padroeira dos músicos, pergunto: para quem você faz música? O violoncelista David Teie está compondo para gatos. Uma pesquisa de recepção mostrou que 70% dos felinos demonstraram reações positivas à sua obra. Divulguei há pouco um vídeo sobre isso no Facebook e duas amigas disseram que, coincidência ou não, seus gatos vieram para perto da música quando a fizeram tocar no celular ou no computador.

Anúncios

1 Comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s